28 de set de 2015

O Villarreal de Marcelino Toral, actual líder da Liga Espanhola

Apesar de ter perdido vários jogadores, o Villarreal continua a ser uma das equipas mais entusiasmantes da Liga Espanhola, graças à belíssima ideia de jogo do seu treinador Marcelino Toral. 

 Fase de construção sempre muito curta e apoiada. Utilização dos apoios frontais para sair a jogar desde trás. (2 lances no gif)



Construção apoiada; Apoios próximos ao portador da bola; Lateral a dar largura e extremo em zonas interiores; Circulação de bola; Apoios frontais; Corredor central. Um lance que demonstra tudo o que o Villarreal de Marcelino tem para oferecer do ponto de vista ofensivo.


Apoios próximos, muitas opções de passe, preferência pelo corredor central e o espaço entre linhas


Pressão alta para condicionar a fase de construção do adversário e recuperar a bola o mais rapidamente possível. Procura do corredor central

10 comentários:

Berna disse...

Lindo.

PicaretaLeonina disse...

Um dos treinadores mais subvalorizados da atualidade. O Villareal no ano passado jogava que se fartava, e este ano, mesmo perdendo meio plantel, joga que se farta na mesma(e logo desde início).

Ruben Ribeiro disse...

Boa posta.
O Marcelino Toral é mais um de vários treinadores espanhóis subvalorizados, curiosamente muitos dos nossos picaretas portugueses tem mais oportunidades que eles.
Talvez o resultadismo vença.

RG disse...

Muito bom!

Durante algum tempo, sobretudo na fase Sevilla e Zaragoza, pensei que Toral não iria conseguir que o seu trabalho fosse reconhecido. Realmente este Villareal parece destinado a voltar aos seus bons tempos, e até superar, o Villareal de Riquelme e Pellegrini.

Honoris,

Tens visto alguma coisa esta época do Rayo do Paco Jémez?

Bernardo Ferrão disse...

O ano passado tive para fazer um post sobre ele, gostava mt de ver a sua equipa jogar. Este ano ainda não vi nenhum jogo, mas continua a jogar muito. Bom artigo!!

Honoris disse...

RG

Ainda não vi nenhum jogo completo deles, apenas uns bocados e sem grande atenção. O que vou lendo é que a qualidade individual é ainda menor pelo que se adivinha uma época dificílima para o Paco

Blessing disse...

Já conhecia. Muito bom :)

RG disse...

Honoris,


Daí ter questionado! Aliás quem tem Bébé no plantel tem de certo um plantel muito mais curto.

Curioso para ver se mesmo assim o Rayo mantêm os princípios de jogo que ele defende.

SL

Anônimo disse...

Boa Referência a Marcelino, bem merece.

Só um aparte, a meu ver, naquele video onde referes a pressão alta da equipa, embora tenha resultado em recuperação de bola, não me parece que tenha sido um pressing muito bem feito, onde andaram um pouco a procura da referência adversária, embora, na relação espaço-temporal tenham conseguido reduzi-la drasticamente, parece-me que com algum critério (talvez contra uma equipa com melhores princípios ofensivos que o Atleti) não seria difícil sair dali com a bola controlada.

Honoris disse...

Sim, a pressão não foi feita da melhor maneira. Era fácil com um passe interior sair com a bola de lá.

© Domínio Táctico 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis