6 de nov de 2015

O Valência de NES: O homem que se sente só

Difícil a vida de Nuno Espírito Santo no comando técnico do Valência. Sente-se um homem só, sem o apoio de ninguém. O sentimento de incompreensão invade-lhe a alma a cada jogo que passa. Os adeptos assobiam-no e ele não entende o motivo...


6 comentários:

Xavier Reis disse...

É o que dá dar um passo maior do que a perna e graças ao empresário. Não digo que não possa vir a ser um bom treinador, mas ainda não tem estaleca e a falta de processos diz isso mesmo. Uma equipa que não aplica bem defesa em linha, que não protege o espaço central quando a bola está no eixo central e que não privilegia o espaço central quando o pode fazer, mostra muita desorganização. São os princípios básicos, protecção central, ataque central e defesa em linha e um treinador que em 1 ano e 5 meses não o consegue aplicar, ainda por cima com bons jogadores não merece estar onde está.

Bruno Dias disse...

A questão defensiva aqui, embora horrível, nem sequer é o que de pior se observa. O pior é mesmo olharmos para a 4ª imagem, por exemplo, e vermos que até um jogador como o Feghouli, que além de muito evoluído tecnicamente, possui um entendimento do jogo e uma inteligência com bola claramente acima da média, já está de tal maneira influenciado pelas ideias do treinador, que desperdiça de forma completamente escusada um lance que poderia resultar, no mínimo, numa boa oportunidade de golo.

Mas a culpa nem é tanto do NES. É de quem o meteu ali, e lhe deu para as mãos uma equipa que tem de jogar como equipa grande que é, quando se percebe claramente que o NES ainda não tem (e será que virá a ter?) unhas para tocar uma guitarra desta qualidade.

RS disse...

Se estivessem de vermelho, pareciam outra equipa!

Honoris disse...

"O pior é mesmo olharmos para a 4ª imagem, por exemplo, e vermos que até um jogador como o Feghouli, que além de muito evoluído tecnicamente, possui um entendimento do jogo e uma inteligência com bola claramente acima da média, já está de tal maneira influenciado pelas ideias do treinador"

Não é fácil mudar a tomada de decisão dos jogadores mas é possivel influencia-la. Como dizes e bem, o modelo de jogo do Valência influencia negativamente as decisões dos jogadores

José Lopes disse...

Não percebi a 1ª imagem, se o jogador estivesse no sitio onde indicas-te ficava um grande espaço entre o nº 5 e o nº14, que podia ser atacado pelo jogador de amarelo.Ao por ali o jogador do valencia n estamos a usar referencias individuais?Não seria melhor soluçao aproximar a linha media á linha defensiva e dessa forma cobrir melhor esse espaço?

De resto execelente post, constinuação de boas analises

Honoris disse...

O espaço que eu assinalo com a bola preta, era para ser ocupado por um dos médios da linha média, que estão parados à entrada da área a ver o que o lance da.O jogador assinalado com o circulo devia era estar mais dentro, protegendo a baliza.

© Domínio Táctico 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis