22 de fev de 2016

O Real de Zidane e de Kroos

                               
O Real de Zidane, que de Zidane não tem nada. Uma equipa sem ideias, sem dinâmica e criatividade colectiva. Uma equipa com uma transição defensiva péssima e uma organização ofensiva que se resume à qualidade individual dos seus executantes. A bola circula de um lado ao outro e bem, mas com o objetivo errado. Em vez de obrigar o adversário a bascular para com isso abrir espaço para penetrar por dentro, o Real circula a bola em largura para cruzar. Se não dá de um lado, vai se ao outro e cruza-se. Em transição ofensiva, estica-se na frente, estejam ou não reunidas as condições para tal. Basta alguém fazer um movimento a pedir a bola na profundidade e lá vai ela. 

Kroos. Muita dificuldade em jogar dentro do bloco adversário. Dificuldades em perceber quando tem que conduzir a bola. Muita lentidão na movimentação para oferecer linhas de passe ao portador da bola. Pouca criatividade. 

 
 
Grande Kroos, a indicar ao colega para onde passar. E depois, ainda melhor, a ficar parado enquanto Isco tem de ir de um lado ao outro dar cobertura
Sim Kroos, n vale a pena correres antes da bola chegar aos pés do adversário.
Outros 2 que de inteligentes não têm nada, Marcelo, meio ano para reagir à perda de bola. Ramos, a fugir da zona da bola, mais preocupado com o jogador do que com a baliza.
A facilidade com que se joga dentro do bloco do Real. A linha defensiva a não subir em situação de remate. Mais um pouco e o S.Ramos estava ao colo do Navas. 
Já na 1ª parte houve uma situação igual, que só não deu um lance de perigo porque o jogador do Malaga não colocou a bola na área, coisa que aconteceu neste lance. Palavras para quê?

 Isso Kroos. Corta a linha de passe do adversário para o arbitro. Contenção entre a bola e a baliza é coisa de menino

Classe de Modric a retirar a bola da zona de pressão. Depois Marcelo...

Jogar com o Isco a falso 9 e ser este o movimento mais visto é absurdo. 

6 comentários:

facepalmjpg disse...

O Kroos poderia dar um jogador de futebol de enorme categoria se não se dedicasse ao stat-padding e ao exibicionismo. Lembro-me de ouvir muito boa gente a choramingar que o Bayern do Pep jogava muito para os lados e para trás, o que de facto às vezes acontecia graças a palhacinhos como o Kroos e o Schweinsteiger. Infelizmente, as mesmas pessoas que diziam isso, também elogiavam também o jogo desses mesmos dois estarolas na frase seguinte.

Blog de Portugal disse...

A partir do momento em que um gajo quer deixar a equipa do Guardiola para ir para a equipa dos vedetas, está tudo dito.

Cantinho do Morais disse...

Guardiola deve-se fartar de chorar pela saída de Kroos (ao fim de 1 ano de Guardiola) do Bayern.

Se era para ter um jogador destes, mais valia um Casemiro, sempre deve ser mais barato ao fim do mês e apresenta o mesmo "rendimento".

Fábio disse...

Como te atreves a criticar 2 futebolista que estão sempre no 11 do ano da UEFA ou lá o que é aquilo? O Marcelo é tão mau que até arrepia... o Sergio Ramos não considero jogador de futebol. Mas não são só eles que têm culpa... tivessem eles apanhado 1, bastava 1, treinador em condições no Real e se calhar podiam ser melhor...
O Real Madrid vai continuar assim, de péssimo em péssimo treinador, à espera de um milagre para voltarem a ser campeões.
Quem será o próximo? Agora veio um da casa, o próximo deve ser um titulado... Allegri?

bio disse...

Continuo a achar que o jota era perfeito para o Real.

Bom post Honoris,

Gonçalo Mano

Fábio disse...

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=600348

Será que acertei?...

© Domínio Táctico 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis