24 de jun de 2016

Parabéns e desculpa, Messi

Aproveito o teu aniversário para, além de te parabenizar, pedir-te desculpas. Desculpa por ter demorado tanto tempo a perceber o jogador que tu és. Desculpa por ter perdido tanto tempo em discussões sem sentido, que me levavam a colocar ao teu nível jogadores que na realidade se encontram muito abaixo de ti. Não olhava para o futebol como um jogo global, em que todos os momentos têm a mesma importância, em que todas as decisões devem aproximar a equipa do sucesso e por isso não era capaz de reconhecer o teu real valor. 

Desculpa por ter demorado tanto tempo a perceber que o melhor não se avalia apenas pela capacidade que tem em fazer o que idealiza, mas sim pela capacidade que tem em idealizar o que muitos nem sequer imaginam. Demorei muito tempo a perceber que nenhum jogador da actualidade está perto do teu nível. Ninguém consegue ser tão perfeito em todos os momentos do jogo como tu és. Demorei demasiado tempo a perceber que, seja na construção, na criação, na finalização ou nas bolas paradas, o que tu dás ao jogo, mais ninguém consegue dar, porque tu além de executares na perfeição, fá-lo sempre no momento certo, no timing exacto. 

Não olhava para o futebol como tu sempre olhaste, de maneira colectiva. Por achar que havia momentos do jogo mais importantes que outros, não conseguia perceber que no futebol tudo está ligado, tudo deve ser pensado com um unico objetivo: aproximar a equipa do sucesso. Deixava que as minhas avaliações fossem influenciadas pela notoriedade do lance e por isso cometia vários erros de análise. Desculpa pelo tempo que demorei a perceber que é pelo facto de tu nunca cometeres erros destes que és, de longe, o melhor do Mundo. Percepcionas sempre o lance de maneira colectiva, e não com base na decisão que te pode trazer mais notoriedade. 

Desculpa e obrigado por momentos como estes






3 comentários:

Diogre disse...

Para mim é o melhor de sempre.

Nunca pensei dizer isto, depois de ver o Zidane e o Maradona jogarem, mas de facto aconteceu.


SL

AC1906 disse...

Texto perfeito.

Diogre

De todos aqueles que tive o prazer de assistir - Maradona ainda é o número 1!

SL

David Cardoso disse...

Eterno Messi , pena ve-lo sair da seleção tão cedo , nunca senti uma tristeza tão grande no futebol , nem quando o Kelvin meteu aquele golo ao SLB , mas assim é a vida , pelo menos ainda posso ve-lo distribuir sua magia no Barcelona.

© Domínio Táctico 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis