27 de fev de 2017

"As notícias a respeito da minha morte foram manifestamente exageradas" - Samir Nasri


Da liberdade que Sampaoli lhe permite renasce a melhor versão de Samir Nasri. É incrível a influência que Nasri consegue ter em todos os momentos do jogo, em todas as zonas do campo. Recua para construir, muitas vezes até bem perto dos centrais, e com uma calma enervante e a ajuda de N´Zonzi, decide quando e como o Sevilha vai entrar no meio campo defensivo do adversário. Tratando-se de Nasri, a bola não está nem mais nem menos tempo do que devia nos seus pés, está o tempo ideal. Sai dos seus pés quando estiverem reunidas as melhores condições possíveis para o Sevilha entrar no meio campo ofensivo. 

Em zonas mais adiantadas, serve de pivot ofensivo e ajuda na circulação da bola, seja em largura ou através de passes verticais. Nasri gere o ritmo de cada ataque do Sevilha. Da sua cabeça e dos seus pés sai o desenho de todo o ataque do Sevilha. Mas Nasri é muito mais que isto. Perto da grande área adversária, Nasri coloca ao serviço do coletivo toda a sua criatividade, toda a sua inteligência. Seja através de um passe curto, simples, mas que permite ao Sevilha continuar em organização ofensiva e a procurar a melhor maneira de chegar ao golo, seja através de um passe delicioso que deixa um colega na cara do Gr adversário, Nasri mostra a cada toque na bola o que é ser um médio de qualidade. 

No vídeo ficam algumas ações de Nasri no jogo da Champions. 

<

1 comentários:

RS disse...

E andou este homem a jogar encostado à faixa no Arsenal e no City. Enfim.

© Domínio Táctico 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis