12 de ago de 2017

Situações idênticas, decisões diferentes



Duas situações muito parecidas, decididas de forma completamente diferente. Em ambas as situações, o lateral direito recebe a bola e é pressionado pelo lado cego, com o adversário a concentrar muitos jogadores no corredor lateral onde a bola se encontra.

Situação A)

Pressionado pelas costas, o lateral do Braga decide rodar e realizar um passe, em esforço, para a frente. Rodeado por 3 adversários nem teve tempo e espaço para perceber o posicionamento dos colegas, e entregou a bola ao adversário. Em cobertura ofensiva tinha o central do lado direito, com todas as condições para receber a bola e rodar o centro de jogo para o lado contrário.

Situação B)

O lateral direito do Sporting, pressionado pelas costas, entrega a bola fácil na cobertura ofensiva. O jogador na cobertura utiliza o guarda-redes para fazer chegar a bola ao corredor lateral oposto, e o Sporting garante condições para entrar com a bola controlada no meio campo defensivo do adversário. 

3 de ago de 2017

As aparências iludem - Kalidou Koulibaly, muito mais que um monstro físico

Apesar de não ser tão falado como outros, Koulibaly, é neste momento, um dos centrais mais completos do futebol. Apesar de à primeira vista parecer o típico central que tem como mais valia a sua envergadura física, Koulibaly é dos poucos que consegue apresentar qualidade em todos os momentos do jogo, sejam eles de cariz defensivo ou ofensivo. É muito raro vê-lo falhar um posicionamento defensivo, seja em zonas mais próximas da sua baliza, seja em zonas mais afastadas. Exímio no que diz respeito ao controlo dos cruzamentos, seja ele o central mais perto da bola ou o que se encontra mais longe. Sempre com perfeita noção dos momentos em que tem que aproximar mais do lateral para controlar a largura, ou de se afastar para controlar os cruzamentos. São raríssimas as situações em que Koulibaly é apanhado com os apoios mal orientados, no que diz respeito ao controlo da profundidade.

Ofensivamente, a qualidade no passe vertical é uma das imagens de marca. Sempre que tem colegas em condições de receber a bola no espaço entre a linha defensiva e a linha média do adversário, é lá que Koulibaly coloca a bola, deixando sempre vários adversários "fora" do lance. 

Sempre bem posicionamento no que diz respeito ao controlo dos cruzamentos
Nas situações em que o cruzamento não é uma possibilidade, controla a largura, aproximando do lateral do lado da bola
Esse controlo da largura é sempre feito com os apoios bem orientados para reagir mais rápido o mais rápido possível a um passe para a profundidade
Apoios sempre bem orientados, mesmo enquanto encurta o espaço para a linha média


O controlo da profundidade. Baixar até uma zona próxima da grande área para não permitir o passe nas costas, e depois sair ao portador da bola para condicionar a sua acção

Ofensivamente, a constante procura pelo passe vertical, que permite à equipa do Nápoles "queimar" linhas adversárias



Mesmo pressionado, procura sempre construir de forma apoiada e fá-lo sempre com qualidade
© Domínio Táctico 2012 | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis